Cafelândia recebe equipamentos para a Unidade de Valorização de Reciclável


1 min de leitura
25 Sep

Em parceria com a Itaipu Binacional, o Governo Municipal de Cafelândia iniciou em junho a construção da UVR- Unidade de Valorização de Reciclável. A obra está em fase avançada e nesta terça-feira, 24, chegaram os primeiros equipamentos que vão compor o novo ambiente. 


O prefeito Dr. Franus foi até o parque de máquinas para receber as aquisições juntamente com o diretor de agricultura, Rogério Schmidt, o secretário de Obras, Dione Beppler, o secretário de Planejamento, Carlos Eduardo Borges da Costa e demais servidores da área do reciclável, agricultura e obras. “É muito bom ver que mais uma obra está sendo construída e finalizada. Esta unidade será de suma importância para o nosso município e vai valorizar ainda mais os catadores de reciclável, agilizando o trabalho e oferecendo melhores condições de serviço. Aproveito para agradecer o apoio da Itaipu Binacional que está sempre vindo até o nosso município acompanhando os trabalhos e nos auxiliando em diversas áreas”, destaca Dr. Franus. 


A Unidade de Valorização de Reciclável terá aproximadamente 1.000 m² de construção com banheiros adequados, ambiente administrativo, refeitório com capacidade para acolher todos os trabalhadores e equipamentos automáticos para agilizar o trabalho dos catadores e render muito mais. 


Para o diretor de agricultura, Rogério Schmidt, é uma conquista importante para o município. “A parceria entre o Governo de Cafelândia e a Itaipu é fundamental para o desenvolvimento do município. Já podemos ver isso na agricultura com os acompanhamentos que eles fazem, nas obras com o auxílio na construção de estradas e agora com a unidade. Esperamos que esta construção termine o quanto antes”, fala Rogério. 


Até o momento, já chegaram os seguintes equipamentos: balança eletrônica, prensa hidráulica, carrinhos para transporte de materiais recicláveis com big bag’s e um kit linha de produção com esteira de elevação, de separação, mesa de triagem e funil. 


O prazo da execução da obra é de seis meses e o valor é de aproximadamente 1 milhão.