Governo de Cafelândia vai aplicar 4 km de lama asfáltica no trecho do Central Sta. Cruz a Jotaesse


1 min de leitura
20 Dec



Através do Consórcio Piquiri, o prefeito Dr. Franus de Cafelândia juntamente com a sua equipe das secretarias de obras e agricultura, decidiram aplicar a TST sobre as pedras irregulares (lama asfáltica) em 4 km do trecho em que liga o Central Santa Cruz a Jotaesse. A previsão para o início da obra é em janeiro. 


O prefeito Dr. Franus destacou a importância de colocar em prática a ação do convênio. “É um caminho muito utilizado pela nossa população, então, nada mais justo, fazer uma recuperação e colocar lama asfáltica para que os motoristas possam trafegar tranquilamente. É um trabalho junto com a Itaipu Binacional que será de grande valia para Cafelândia. Agora só nos resta aguardar a data certa para podermos iniciar esta obra”, destaca Dr. Franus. 


O secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Rogério Schmidt, explicou sobre o consórcio. “São 11 cidades contempladas com estes 4KM de lama asfáltica, e cada um determina o local para aplicar. A Itaipu empresta os equipamentos aos municípios e nós adquirimos a matéria-prima para ser aplicada, por isso, temos que esperar chegar a nossa vez. O primeiro município contemplado foi Formosa do Oeste, somos o próximo”, fala Rogério. 


Sobre o Consórcio Intermunicipal Piquiri

O Consórcio Piquiri tem como finalidade promover o desenvolvimento sustentável, englobando as dimensões econômica, educacional, de saúde, social, ambiental e infraestrutura urbana dos Municípios. Ele é formado por 11 municípios da região oeste: Anahy, Braganey, Cafelândia, Corbélia, Formosa do Oeste, Iguatu, Iracema do Oeste, Jesuítas, Nova Aurora, Tupãssi e Ubiratã.